Aprenda Reconhecer Sua Trajetória

Free Happy Woman Enjoying Nature. Beauty Girl Outdoor. Freedom c
Imagem da internet

Uma das formas mais assertivas e eficazes de desenvolver o seu eu autêntico, a sua forma mais íntima e profunda de si mesmo, é através da reflexão. Adquirindo a capacidade de conhecer os limites de suas decisões e ações diante das mais diversas situações você consegue ter uma visão completa de quem você é e como suas escolhas interferem exatamente na sua personalidade e seus anseios perante si mesmo. Quando desenvolvemos a reflexão conseguimos atender as camadas mais importantes da nossa jornada de vida e a mudança é perceptível a qualquer um que cruze seu caminho. E mesmo que essas reflexões não te direcionem ao autoconhecimento, ao menos você terá desenvolvido seu pensamento o que te constrói.

Certa vez eu li que ‘a dor nos constrói’, e é verdade. No entanto, não devemos esperar o momento da desconstrução para nos recompor, não podemos simplesmente sentar, pegar a pipoca e esperar o prelúdio da dor para daí entender o porquê de tudo. Antes, devemos tentar nos preparar para as pequenas desconstruções cotidianas. As pequenas frustrações que nos impedem de modificar o que está ao nosso alcance. E não apenas, por exemplo, sorrir quando deseja socar o outro, ou calar quando o que mais você quer é sair gritando tudo a plenos pulmões. Não, não é isso, não somente isso. Eu falo das singularidades que aprendemos com a trivialidade de convivência diária. As pequenas distrações de si mesmo. As pequenas sensações de segurança e conforto que estabelecemos para evitar o caos. Eu vou além. Medito sobre as vontades pequenas de melhorar com as pequenas dificuldades. Porque o que posso dizer é que tudo muda de alguma forma. Todas as relações se transformam. Seja nas pequenas brevidades do cotidiano, ou nas tempestades de uma mágoa adquirida. Por isso, aprender a pensar e aprender a viver, vai te tornar alguém mais consciente e seguro, mas leve e sincero com as mais profundas camadas da sua personalidade.

Esteja pronto para aceitar, entender e/ou modificar-se quando tudo parecer difícil, mas saiba que é na calmaria que seus pensamentos estarão mais limpos e é aí que o aprendizado valerá mais a pena. Eu até aconselho você a não esperar por grades descobertas, mas acredite, haverá grandes mudanças. A vida é assim, um moinho, já dizia um poeta de quem não lembro o nome. E nesse percurso transformador que será sua jornada de descoberta de si mesmo é preciso paciência e muito auto-amor. Pra que você não se deixe pelo caminho. Aprenda os sinais de si mesmo. Entenda suas fraquezas e suas dores, mas aceite seu lado bom como sendo a melhor parte. Medite sobre si e escolha não viver uma vida de banalidades e desprazer. Desenvolva-se.

E a melhor parte; Respeite-se. Não se perca. Mostre-se a si mesmo e não se envergonhe de nada que não possa ter conserto. Essa parte também é sua. É você. E mesmo que uma das formas mais assertivas e eficazes de desenvolver o seu eu autêntico, a sua forma mais íntima e profunda de si mesmo, é através da reflexão, não tenha pressa. Tenha um tempo só seu e nesse tempo deixe-se acontecer. Mas se você se perder, não se desespere. Chegará um tempo que tudo fará sentido e o que mais vai importar é que, diante de toda sua luta (espero que de muitas vitórias), você sempre esteve ali, de mãos dadas com você.

Infinite-se.

 14938230_368616416816961_4965405759731604654_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s