Por que Você Deve Assistir a “Que Horas Ela Volta?”?

“Porque você deve ser “Que Horas Elas Volta?”? Deixa que eu respondo: Porque com certeza esse filme representa uma parte da história do seu país que você merece conhecer, discutir e ajudar a transformar.”

Anúncios

Uma amiga e eu estávamos decidindo que filme poderíamos ver em uma noite calma e me dei conta que, apesar de toda comoção vista pelas redes sociais e TV, ainda não tinha visto “Que Horas Ela Volta?” Então como era um filme que ambos tínhamos curiosidade de ver, preparamos a sala, nos aconchegamos em vários travesseiros, pipoca de micro-ondas e então: play.

92287--que-horas-ela-volta-e-o-diapo-2

Sinopse e detalhes

Não recomendado para menores de 12 anos
A pernambucana Val (Regina Casé) se mudou para São Paulo a fim de dar melhores condições de vida para sua filha Jéssica. Com muito receio, ela deixou a menina no interior de Pernambuco para ser babá de Fabinho, morando integralmente na casa de seus patrões. Treze anos depois, quando o menino (Michel Joelsas) vai prestar vestibular, Jéssica (Camila Márdila) lhe telefona, pedindo ajuda para ir à São Paulo, no intuito de prestar a mesma prova. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, só que quando ela deixa de seguir certo protocolo, circulando livremente, como não deveria, a situação se complica.
(…)
Eu sei, você vai dizer que estou atrasado e o filme já foi visto por muitas pessoas, mas tá valendo.

Logo na primeira cena lá está D. Regina Casé absolutamente incorporada em Val, uma exímia representante de uma parcela da população que nos últimos anos vem ganhando notoriedade (muito embora ainda se precise falar muito sobre isso) da sociedade ainda muito e, mas ciente de sua diversidade. Um filme simples onde o apelo está nas minúcias. Um confronto das realidades sócio-culturais que estão enraizadas na nossa sociedade. É impossível não se identificar com Val, uma pernambucana que, para alcançar uma vida melhor decide ir embora para São Paulo, uma realidade muito conhecida por todos os brasileiros, deixando uma filha que depois de dez anos, assim como ela, precisa mudar-se para alcançar seus objetivos. sonha e fazer faculdade e vem para bagunçar positivamente todos os conceitos e valores de uma família que até então nem ao menos se davam ao trabalho de discutir questões sociais, inclusão e outros asuntos que a filha de Val trás em sua bagagem.

 O filme vai abordar as realidade de classes-médias e seus macetes sociais, a construção errônea de que empregada é da família desde que não ultrapasse os limites da porta da cozinha, onde  Jéssica chega e trás consigo a contraversão da realidade intocável da vida não só de sua mãe, mas de todos os personagens. Diante disso, é possível perceber o desenrolar da evolução de um filme que mostra Regina Casé em sua melhor versão. É impossível não se emocionar e comprar facilmente as dores de Val. Uma Val que está presente em cada pessoa que se ver em sua lutas, dramas e sonhos.  Um filme digno de qualquer merecimento. Um filme de muito apelo por um Brasil que ainda caminha muito lentamente para ser melhor, mas acima de tudo um filme que precisa ser visto. O sentimento que eu e minha amiga tivemos ao final do filme foi de que poderíamos muitas vezes. Com lágrimas nos olhos e orgulho a parte terminamos o filme felizes por tê-lo visto e recomendamos a todos.

Porque você deve ser “Que Horas Elas Volta?”? Deixa que eu respondo: Porque com certeza esse filme representa uma parte da história do seu país que você merece conhecer, discutir e ajudar a transformar.

Ao mais,

Obrigado!

Abaixo deixo o trailer para vocês.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s